O preço do café aumentou em Portugal

CAFÉ

 

Após vários meses de inação, o preço do café sofreu um aumento em Portugal. Não teve alternativa depois do aumento constante de matérias-primas, bem como os custos de transformação. No ano passado no café verde, o montante total de aumento foi de 80% sobre o ano anterior, sendo por este modo o maior nível em 14 anos.


Servir como um exemplo da situação actual é o preço do açúcar, que aumentou em até 40% nos últimos meses. Mario Gonçalves Pereira, presidente da Associação de Hotelaria, Restauração e Similares das Empresas Portugal (AHRESP) apontou (em declarações à ionline.pt local) que "o aumentar exponencial de diversas matérias-primas, devido à especulação de mercado em alimentos básicos, juntamente com o aumento da inflação, não deixou outra solução do que sair da manutenção que tinha sido a fixação de preços. "

 

Os consumidores finais, no entanto, só notar um aumento de cerca de cinco centimos, embora nalguns estabelecimentos se possa ter notado mais. Tanto para a indústria hoteleira, como operadores de máquinas de venda automática , obviamente também estão sentindo a pressão do mercado, mas se eles não se sentem tocados por uma associação comercial forte e representativa que lida com a liderança no que refere-se a fazer uma política de preços.


Portugal é o país europeu onde mais se terá consulidado a relação qualidade preço sobre o valor e matéria do café. Juntamente com a Espanha e países como a Macedónia, os níveis dos preços do copo ou chavena de café anda em valores próximos ao euro, longe comparado a outros países europeus, onde a média é de cerca de três euros. Gonçalves insiste que "entende-se que qualquer aumento de preços pode ser contraproducente num contexto onde o poder de compra aumenta, mas são etapas de acordo com a situação e necessário para ser competitivo."

publicado por much às 13:26 | link do post | comentar